Evite problemas com CFTV na sua empresa

cftv image pedConsiderações e perguntas  necessárias antes de projetar seu sistema de CFTV Industrial

Como especialista de sistemas de visualização, técnico certificado por fabricantes de renome e, através da realização de pesquisas e vivência de campo, pude levantar ao longo do tempo alguns dos maiores problemas envolvendo instalações de CFTV.

Dentro deste contexto, abordo neste artigo quatro perguntas fundamentais que todos os clientes devem se fazer na hora de analisar e selecionar os possíveis prestadores de serviços de instalação e integração de seus sistemas de CFTV. 

1. A empresa responsável pelo desenho do projeto é certificada na solução apresentada?

Não se engane: “o barato pode sair caro”. Tenha preferência por empresas certificadas na solução, profissionais que tenham know-how em sistemas de segurança e diminua os custos de forma significativa, obtendo uma solução mais eficaz e assertiva quanto aos objetivos do projeto.

Tomando como exemplo o ambiente industrial: prefira empresas com atuação neste mercado, com cases implantados e com bom feedback por parte dos respectivos clientes. Profissionais que já possuem conhecimento neste setor estarão agregando valor às soluções, com o suporte necessário de pré e pós-venda, realmente encontrando o melhor custo/benefício.

Após esta fase inicial de projeto, toda solução tem uma sequência natural e mais aconselhável a ser seguida, como: instalação, comissionamento, startup e treinamento.

Desejo agora introduzir algumas recomendações para a etapa de instalação:

Após meses de pesquisa e planejamento, chega a hora de instalar o seu sistema de segurança e vigilância de vídeo. Você foi assegurado por sua equipe de integradores e instaladores que tudo vai fluir sem problemas nessa fase. Com sua confiança no projeto em alta, você dirige sua atenção para outros assuntos e deixa os especialistas terminarem as coisas no tempo e com o orçamento definido anteriormente.

Já durante a instalação, você experimenta alguns contratempos e pode ouvir algo como: "tivemos um imprevisto" ou "estamos trabalhando em alguns desafios e talvez precisemos mudar um pouco o prazo". De repente, uma instalação aparentemente simples vai mal e você desperdiça muito tempo e recursos em uma proposição perdedora.

É uma situação em que ninguém quer estar. E fazendo as perguntas corretas antes da instalação começar, você pode evitar que isso aconteça.

2. Os instaladores são treinados e certificados pelo fabricante para instalar e comissionar o equipamento?

Apenas um instalador bem treinado e experiente terá a expertise para configurar corretamente o equipamento de forma a garantir que o sistema atenda às expectativas do cliente.

É muito importante a orientação do fornecedor da solução também nessa parte do projeto.

Sem o conhecimento do sistema, é altamente improvável que um instalador possa implantá-lo no tempo e no orçamento estimado. Ao tentar fazê-lo, eles estão se expondo a falhas e gastando mais horas de trabalho do que o planejado.

Certifique-se de que seu integrador tenha profissionais treinados e certificados. 

3. O integrador e/ou instalador tem experiência em configuração de rede?

Todo bom projeto tem que ser bem dimensionado pela rede a ser utilizada.

Todos nós já ouvimos a frase: se parece bom demais para ser verdade, provavelmente é. Mas essa premissa não se aplica aos sistemas de CFTV em geral. Muitos fabricantes de sistemas de segurança e vigilância afirmam que seu sistema de rede funcionará perfeitamente, sem ao menos realizar uma visita técnica inicial na empresa onde será fornecida a solução. Os produtos parecem ótimos quando demonstrados em um teste de bancada, em redes simuladas e sob condições “ideais” de funcionamento. 

Durante o processo de licitação, muitos usuários finais priorizam contratação de empreiteiros tendo como base somente o custo mais baixo, em vez de se certificar de que o instalador entende do produto, da rede existente e de como eles se integram. 

Esta estratégia muitas vezes é contraproducente. A quantidade de dinheiro e tempo que agora devem ser investidos para obter o sistema devidamente integrado e instalado pode ser substancial e o montante final pode acabar excedendo o valor da proposta de maior custo apresentada anteriormente.

Certifique-se que o integrador e o instalador verificaram a rede para ter certeza de que esta será compatível com as especificações de equipamentos realizadas. Bons fabricantes conseguem aliar ótimos recursos como os chamados analíticos, sem, no entanto, “pesar” a rede e permitir uma integração com o parque instalado em níveis satisfatórios.

Desta forma, você pode garantir que tudo funcionará adequadamente nos próximos anos e décadas.

4. A sua solução pode variar com suas necessidades, é flexível e expansível?

Seja claro e conciso sobre o que sua solução pode parecer no futuro. As circunstâncias podem mudar - podem ser cinco anos após a sua instalação ou apenas alguns dias.

Seja qual for a linha do tempo, seu integrador deve fornecer uma solução expansível que possa se adaptar a mudanças imprevistas. Isso pode ser alcançado através da escolha de produtos com funcionalidades de integração, redes capazes de suportar maiores requisitos de banda larga e equipamentos de fabricantes que oferecem fortes garantias.

É importante ser o seu próprio advogado e garantir que haja um plano para preservar seu investimento por anos.

Andre CFTV 2

Autor: André Campos, Especialista em CFTV, 27 de junho de 2017. 

Referências: Security Insights, powered by Pelco. Blog, por Troy Fairchild

Inspirado por: Ask These 3 Questions to Prevent Problems with Your Surveillance Installation

Palavras-chave: CFTV, Dicas, Circuito Fechado.